08
Feb2020 Saturday
16h00
Till
25
Apr2020 Saturday
19h00

REFLEXOS DO GLAMOUR - João Carvalho

Alcanena
Artspace - Alcanena
Plastic Arts

description

João Carvalho nasceu em 1962, em Torres Novas. Indubitavelmente pertence ao universo da pele, dos curtumes, os genes dos seus avôs são bem evidentes e presentes na sua vida.A face artística provém do seu avô materno, que muita pintura realizou.

A face técnico-profissional descende do avô paterno, que se notabilizou na área da indústria de curtumes. A arte com que molda estes corpos, lançando os numa brisa de voluptuosa sensualidade,reflete bem o glamour e a graciosidade da natureza humana. E é a pele, sempre a pele, que, mesmo inerte, conserva a sua textura e dá vida a esta fantástica dança de corpos.

João Carvalho estudou longe e correu mundo,mas foi na Gouxaria, na tranquilidade campestre, por entre figueiras e oliveiras, que quis instalar o seu atelier. As suas obras estão já presentes em várias coleções particulares. Como pilar fundamental para a divulgação da sua obra, tem vindo a participar em várias feiras e exposições internacionais e nacionais.

technical data sheet

NU ETERNO – IMORTALIZAÇÃO DAS FORMAS DO CORPO HUMANO

Fixar um momento, na sua tridimensionalidade é a experiência artística que se partilha e se admira. O Nu Eterno apropria a imagem do seu modelo e comunica-a eternamente repercutindo o momento para sempre.

Mais que uma fotografia, acrescenta a real consciência do volume, da leveza e do peso que compões cada corpo. A relevância da obra está em apresentar o volume da matéria de que somos feitos transcrito num suporte orgânico e com o qual temos afinidades desde sempre. A pele tratada por processos artesanais ganha vida e ilustra o que somos num tempo particular e definido.

Desenvolvida e patenteada a técnica de apropriação do molde é aplicada a cada modelo segundo a inspiração e objetivo artístico de cada peça criada. O corpo ganha importância num processo que em última instância poderá juntar a Body Art ao Hiper-realismo aglutinando o que somos enquanto “edifício” à vontade artística de quem o fixa para sempre.

O material nobre que dá origem à parte final da intervenção plástica representa a própria pele que protege e envolve o corpo como um manto invisível. O Nu Eterno é a apropriação artística de um momento único e está ao alcance de quem o quiser imortalizar.