18
mar2022 sexta
21h30 Até 23h00

40º FML | RI-TE COMO JACQUES !

Marinha Grande
Casa da Cultura - Teatro Stephens, Marinha Grande
Música

Sinopse

Partindo da celebração dos 200 anos do nascimento do compositor francês Jacques Offenbach, a Plateia Protagonista e o trio À la Joie! prestam homenagem a um dos grandes vultos da ópera cómica.

Neste concerto encenado é proposto ao público um grande desafio – viajar pela música como Offenbach viajou pela vida: a rir, rindo-se de si mesmo, rindo-se dos e com os outros. A sua obra mostra-nos um mundo musical, literário e artístico que influenciou inúmeros compositores - alguns dos quais serão convidados a juntar-se a esta folia. É em Offenbach que encontramos os clássicos e eternos amantes Orfeu e Eurídice agora enfadados e aborrecidos por se verem confinados a uma longa vivência em casal. A mitologia grega e romana e alguns dos seus carismáticos episódios são acompanhados pelo tom solene de uma castradora opinião pública que tenta manter a ordem entre Deuses erráticos e Mortais caprichosos.

Aqui o riso é livre e a seriedade não se confunde com profundidade: a Ópera é para todos e tratamo-la por tu.

 

Programa

>Ouverture (Orphée aux Enfers) - Jacques Offenbach [1819-1880]
>Oh Mont Ida (La Belle Hélène) - Jacques Offenbach
>Deh vieni alla finestra (Don Giovanni) - Wolfgang Amadeus Mozart [1756-1791]
>Chanson d'Eurydice (Orphée aux Enfers) - Jacques Offenbach
>Chanson Pastorale d'Aristée (Orphée aux Enfers) - Jacques Offenbach
>La mort d'Eurydice (Orphée aux Enfers) - Jacques Offenbach
>Se vuol ballare (Le Nozze di Figaro) - Wolfgang Amadeus Mozart
>Entr'acte (Orphée aux Enfers) - Jacques Offenbach
>Couplets des regrets (Orphée aux Enfers) - Jacques Offenbach
>Caro Elisir, sei mio (L’Elisir d’Amore) - Gaetano Donizetti [1797-1848]
>Quella è una strada (Le Maschere) - Pietro Mascagni [1863-1945]
>Ah quel dîner! (La Périchole) - Jacques Offenbach
> Duetto buffo di due gatti - Gioachino Rossini [1792-1868]
>Duo de la Mouche (Orphée aux Enfers) - Jacques Offenbach
>Trio du Grill (Pomme d'Api) - Jacques Offenbach
> Cancan (Orphée aux Enfers) - Jacques Offenbach


TRADUÇÕES DAS OBRAS CANTADAS EM ITALIANO

Wolfgang Amadeus Mozart [1756-1791]
Deh vieni alla finestra (Don Giovanni)

Ah, vem à janela, meu tesouro
Vem consolar o meu pranto
Se te negas a me dar algum consolo
Desejo morrer diante dos teus olhos
Tu que tens a boca mais doce que o mel
Tu que trazes açúcar no coração
Não sejas, minha jóia, cruel comigo
Deixa ao menos que te veja,
Meu belo amor…

Pietro Mascagni [1863-1945]
Quella è una strada (Le Maschere)

Aquilo é uma estrada
E isto é uma praça
E à volta existem paredes.
Estamos em Julho e em dia de festa
E as pedras são calhaus duros.

Esta aldeia, como se f...
Esta aldeia, como se f…
Esta aldeia, como se fosse uma grande cidade
Gasta dinheiro mais do que há
Como acabará? Não, não sei!

Gente jovem faz muito barulho
Mas os velhos não largam o leme
Tanto que, à direita ou esquerda,
Na aldeia só há confusão.

Polícias em grande quantidade
Mas o ladrões sempre na mesma proporção
Qualquer peixinho vai para a prisão
Mas as baleias seguem em liberdade...
Mais eis o patrão Patalone!

Ficha técnica

Conceito e direção artística: Plateia Protagonista / À la Joie!
Encenação:
Paulo Lapa
Intérpretes:
Marina Pacheco (soprano); Paulo Lapa (tenor); Tiago Matos (barítono); Pedro Costa (piano)
Direção e Produção:
Plateia Protagonista

Outras informações

Aquisição de bilhetes presencialmente na bilheteira da Casa da Cultura - Teatro Stephens (valor 5 €).