23
abr2021 sexta
10h00
Até
27
abr2021
17h00

47 Anos de de Abril

Peniche
Município de Peniche
Outro Museus Música

Sinopse

O Município de Peniche assinala o 47º aniversário do 25 de abril com um conjunto de iniciativas que decorrerão entre 23 e 27 de abril.

23 de abril, pelas 21h00, também como forma de assinalar o Dia Mundial do Livro que se celebra nessa data, teremos a transmissão do vídeo-recital “Liberdade Sitiada, Liberdade Celebrada”.

Este vídeo-recital, gravado na Fortaleza de Peniche em setembro passado, no âmbito dos trabalhos promovidos pela Rede Cultura 2027, apresenta-nos textos escritos antes e depois de abril de 1974, tendo por mote a palavra Liberdade: o poder da palavra e dos livros face à falta de liberdade física…ou como forma de a celebrar! São 30 minutos em que as palavras dos poetas, ditas por atores locais, nos conduzem numa viagem espacial pela Fortaleza de Peniche, devidamente contextualizada por alguém que vivenciou a reclusão na Cadeia do Forte, o ex-preso político José Pedro Castanheira. A não perder!

No dia 24 de abril, pelas 16h00, a atividade é destinada ao público infantil:  o workshop “Como fazer um cravo de papel”.

Às 21h00, o tempo será de música, com um concerto pelo coletivo local "Abril a Quatro”.

No dia 25 de abril, domingo, voltamos a ter a palavra dos poetas como forma de celebração: Uma mão cheia de poesia é a iniciativa que divulgará às 09h00, 12h00, 15h00, 18h00 e 21h00, cinco poemas evocativos desta conquista de abril: a Liberdade!

Para os mais pequenos, às 16h00, será disponibilizado um desenho para colorir alusivo à Revolução dos Cravos.

Já a 27 de abril, dia que assinala a libertação dos presos da Cadeia do Forte de Peniche, abrirá ao público, pelas 14h00, no Museu Nacional Resistência e Liberdade, instalado na Fortaleza de Peniche a exposição “Candelabro ASM – Aristides de Sousa Mendes: o Exílio pela Vida”. Organizada pela Sousa Mendes Foundation (Nova Iorque), pelo Comité Sousa Mendes (Bordéus) e pela Direção-Geral do Património Cultural, com o apoio do Município de Peniche, esta exposição evoca a ação do cônsul português em Bordéus, Aristides de Sousa Mendes, que assinou milhares de vistos em seu nome, desobedecendo a ordens do seu governo, permitindo dar a liberdade a tantos refugiados, no contexto da 2ª Guerra Mundial.

À exceção desta exposição, todas as restantes iniciativas deste programa acontecerão via facebook do Município: https://www.facebook.com/CamaraMunicipalPeniche