27
SetSexta
10h00
Até
11
OutSexta
17h30

ABÍLIO. Entre a terra e o mar

Nazaré
Museu Dr. Joaquim Manso Museu Dr. Joaquim Manso
Museus

Sinopse

O Museu Dr. Joaquim Manso – Museu da Nazaré e a Escola Superior Agrária de Santarém apresentam uma mostra documental sobre a ilustração de Abílio de Mattos e Silva referente à temática agrícola e piscatória, através de uma permuta entre ambas as instituições.

Este evento é promovido no âmbito das Jornadas Europeias do Património, em 2019 subordinadas ao tema “Artes Património Lazer”, que têm lugar nos dias 27, 28 e 29 de setembro.

 

Segundo a DGPC, entidade coordenadora da programação e divulgação das JEP a nível nacional, pretende-se com este tema “destacar as muitas facetas do património ligadas às artes, como fonte de entretenimento, e ao lazer, que nos permitem a todos viver outras dimensões da vida quotidiana, apropriando-nos de uma parte da cultura, tornando-nos autores, especialistas, guardiões e protagonistas”.

Foi pois respondendo a este desafio que o Museu Dr. Joaquim Manso – Museu da Nazaré e a Escola Superior Agrária de Santarém articularam a sua programação para dar a conhecer aspectos do seu património ligado à arte, nomeadamente a obra gráfica e de pintura de Abílio de Mattos e Silva (1908-1985), um pintor, cenógrafo, figurinista e ilustrador com um percurso muito criativo e multifacetado, que tanto ilustrou a “terra” como ilustrou o “mar”... e assim podemos hoje estabelecer estas pontes criativas entre a Santarém da agricultura e a Nazaré da pesca, terras já por si com longa tradição de proximidade, não fosse a Nazaré a “praia dos Ribatejanos”!

 

Abílio viveu na Nazaré nos anos 1930 e representou os seus costumes piscatórios e o seu traje tradicional em muitos dos seus desenhos, pinturas a óleo e guache, para além de cartazes e folhetos de promoção turística. Com a célebre peça de teatro "Tá-Mar" (1936), de Alfredo Cortez, inspirada na Nazaré e apresentada em Lisboa, Abílio iniciou uma longa e notável carreira de cenógrafo e figurinista no domínio do bailado, da ópera e do teatro nacional.

Em 1986, as suas obras relacionadas com a Nazaré foram legadas ao Museu Dr. Joaquim Manso, nomeadamente o conjunto assinalável que serviu de ilustração à meticulosa investigação realizada por Abílio sobre o traje, de que resultou o livro “O Trajo da Nazaré”, publicado em 1970.

 

Como grafista, Abílio executou numerosos trabalhos para organismos de Estado, entre os quais o Ministério da Economia. Ao serviço deste ministério desenvolveu intensa atividade como ilustrador e designer, tendo sido condecorado pela ação desenvolvida em exposições organizadas no estrangeiro.

A Biblioteca da Escola Superior Agrária de Santarém é detentora de várias de edições, cujas capas são ilustradas por Abílio, entre 1939 e 1964. As primeiras ilustrações figuram na Campanha de Produção Agrícola, promovida por aquele Ministério, como forma de sensibilização da população de fraca literacia, para o aumento da produção agrícola. As últimas, na publicação oficial da Direção-Geral dos Serviços Agrícolas: Agricultura. No seu editorial, surge o nome de Abílio de Mattos e Silva como responsável pela montagem da mesma, desde de 1960 até 1974.

 

Em Óbidos, outro dos seus refúgios e tema de eleição, existe o Museu Abílio, dedicado ao artista. O Museu Nacional do Teatro reúne também uma coleção importante de Abílio, nomeadamente os seus projetos para figurinos e cenários.

 

A partir do seu património a Escola Superior Agrária de Santarém e o Museu Dr. Joaquim Manso convidam todos os interessados em rever ou descobrir a arte de Abílio.

Ficha técnica

Museu Dr. Joaquim Manso / Direção Regional de Cultura do Centro

Rua D. Fuas Roupinho - Sítio
2500-065 Nazaré
Telef.: 262 562 801

mjmanso@drcc.gov.pt | https://www.culturacentro.gov.pt/museu-dr-joaquim-manso

 

Escola Superior Agrária de Santarém, Serviço de Documentação

Edifício dos laboratórios, Piso 1

Quinta do Galinheiro, S. Pedro

2001-904 Santarém

Telef. 243 307 364

biblioteca@esa.ipsantarem.pt | http://si.esa.ipsantarem.pt