11
Jan2020 Sábado
17h30 Até 19h00

"As Flores de Sofia"

Leiria
Auditório do Orfeão de Leiria
Teatro

Sinopse

O espetáculo performativo “As Flores de Sofia” conclui os 14 meses do projeto de inclusão social “Face to Face”, dinamizado pelo Orfeão de Leiria | Conservatório de Artes, que juntou as jovens do Lar de Santa Isabel, de Leiria, e alunas do Conservatório Sénior do Orfeão de Leiria (CSOL) em torno da dança e do teatro, numa troca de experiências inédita. O espetáculo final do projeto “Face to Face” está marcado para as 17h30 do dia 11 de janeiro, e terá lugar no Auditório do Orfeão de Leiria

 

Acácio de Sousa, presidente do Orfeão, destaca que «este espetáculo é a face visível do “Face to Face”, um projeto de caráter social extremamente gratificante, integrado no programa “Incluir com Arte”, do Orfeão de Leiria, que tem como missão promover a inclusão social através das artes». O presidente da instituição considera que «esta foi uma iniciativa particularmente estimulante, pela valorização das aprendizagens e conhecimento mútuo que proporcionou entre participantes e o corpo docente envolvido, bem como pelo desenvolvimento de relações sociais entre dois grupos de diferentes faixas etárias, que ao longo destes meses provaram a riqueza e relevância das relações intergeracionais e interculturais.

 

Na sinopse do espetáculo “As Flores de Sofia”, é clara a alusão à humanidade e à beleza da sua diversidade espelhada nas flores que embelezam o jardim, que é o cenário desta obra. Tal como as pessoas, algumas dessas flores são sentimentais, outras são selvagens, umas são sonhadoras e outras maçadoras. Uma em especial, o gladíolo, tem o desejo de fazer uma festa no jardim, mas terá de pedir permissão ao Rapaz de Bronze. Nesta peça, celebra-se a magia, e exulta a criança que há em cada um.

 

O projeto intergeracional “Face to Face” teve início em outubro de 2018, e ao longo de 14 meses contou com oficinas de teatro e dança, além da realização de um programa de formação, assente em ações de valorização, desenvolvimento pessoal e mentoria, individual e em grupo, entre as alunas do CSOL e jovens do Lar de Santa Isabel, de Leiria. O projeto foi financiado pela Fundação Montepio, no âmbito do Programa FACES, e teve como parceiros a Câmara Municipal de Leiria, o Centro Social Paroquial Paulo VI – Lar Santa Isabel e o IPDJ de Leiria.