27
Out2019 Domingo
11h00

BALADA DAS VINTE MENINAS FRIORENTAS - 3º MANOBRAS - Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas

Cine-Teatro de Alcobaça João D'Oliva Monteiro Cine-Teatro de Alcobaça João D'Oliva Monteiro
Música Teatro

Sinopse

Concerto Poema:
Balada das Vinte Meninas Friorentas
de Margarida Mestre

Um poema feito canção, interpretado por voz e piano, em redor do universo das andorinhas, dos seus voos, dos seus ninhos e dos seus ovinhos... Uma história de gerações e migrações cheia de vento e sensações....

A partir do poema com o mesmo nome de Matilde Rosa Araújo e da partitura para o mesmo poema de Fernando Lopes Graça.

"Andorinha loucas, porque fostes tantas, porque vindes poucas..."
in Cancioneiro Popular Português

 

Classificação etária M/6
Duração 50'
Preço 3 euros

Ficha técnica

Concepção e Interpretação Vocal
Margarida Mestre
Piano e Percussões Rui Ferreira
Imagens/ Desenho projetado sobre cena Marta Rego
Manipulação das Imagens ao Vivo Sofia Portugal
Poema Matilde Rosa Araújo
Partitura Base de Fernando Lopes Graça