09
nov2021
17h30 Até 18h30

B&M 2021 - CINEASTAS EMERGENTES ALCOBACENSES: PATRICIA PEDROSA

Alcobaça
Centro Cultural Gonçalves Sapinho, Benedita Centro Cultural Gonçalves Sapinho, Benedita
Cinema

Sinopse

CINEASTAS EMERGENTES ALCOBACENSES: PATRÍCIA PEDROSA
Apresentação do documentário VI(R)AGENS (2020) com a presença da realizadora
VI(R)AGENS, 2020, NC, 20´45 min, documentário
 
 
 
 
Local: Centro Cultural Gonçalves Sapinho
Horário: 17h30
Duração: 45 minutos
Público-Alvo: 9º ao 12º ano + Público Geral
Classificação Etária: M/14
Moderador: Alberto Guerreiro
 
 
 
VI(R)AGENS retrata histórias de resiliência e ativismo climático, em Portugal e Moçambique.
Cada grau é importante, cada ano é importante e cada decisão é importante.
A simplicidade do quotidiano de cada protagonista revela ligações, dependências, viagens e viragens no curso das vidas que aqui vamos conhecendo.
Onde estamos? Para onde queremos ir? Como lá chegar? Estas eram as três perguntas base do chamado diálogo de Talanoa, um dos instrumentos utilizados na preparação dos compromissos climáticos que cada país deveria adotar em 2020. O mundo entretanto parece suspenso. Impõe-se repetir com coragem e esperança: Onde estamos? Para onde queremos ir? Como lá chegar? E se este tempo não nos diz ainda onde estamos nem como vamos, dá-nos a oportunidade única de descobrirmos e aprendermos juntos, para onde queremos ir e como lá chegar.
Limitar o aquecimento global a 1.5ºC parece ser impossível, mas o Almerindo, o Sr. Paulino, a Matilde o Pe. João, o Andrade, a Inês e o Manuel representam o (im)possível, revelando o Amor que os mobiliza a agir e a cuidar da Terra e da Comunidade. Juntos fazem do mundo um lugar de Cuidado, permitindo responder à missão assumida pelas Nações Unidas de não deixar ninguém para trás, neste Caminho que percorremos como Humanidade nómada de tenda às costas, onde todos e tudo está ligado. Movidos por esta missão comum, tantos homens, mulheres, comunidades se têm manifestado, virado as suas vidas, empenhado em alternativas concretas que mostram como o impossível se vai tornando possível para a humanidade.
 
 
PATRÍCIA PEDROSA
Realizadora portuguesa a viver em Lisboa e a trabalhar para a BU Film, um projeto pessoal de produção de filmes documentários de autor e independentes. As alterações climáticas e as questões sistémicas associadas são o assunto em que estou a trabalhar no momento. Neste âmbito, nos últimos dois anos, tenho estado a desenvolver o projeto iniciado no Atelier Documentaire da escola de cinema francesa La Fémis, em Paris, com o título A Sede do Sul.
Tocada pelas histórias das pessoas com quem me tenho cruzado, especificamente no meu trabalho e, em geral na minha vida, fiz em 2009, um mestrado em Antropologia Visual, na Universidade de Manchester. Como antropóloga visual realizei alguns documentários etnográficos e trabalhei ainda como filmmaker na realização de múltiplos conteúdos audiovisuais.
Sinto-me inspirada pelas histórias das pessoas desde que comecei a trabalhar na RTP, Rádio e Televisão de Portugal, em 1997.
 
 
PROGRAMA COMPLETO AQUI - https://bit.ly/3mRrg4n