23
nov2021
15h30 Até 16h59

Concerto – Conferência “Música e Ciência: Alterações Climáticas: e agora?”

Caldas da Rainha
Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha
Pensamento Música

Sinopse

CONFERÊNCIA

Alterações climáticas: e agora? |Conferencista Professor António Vallêra

2021 é o ano que marca uma viragem importante: as alterações climáticas

  • deixaram de ser uma questão discutida por académicos, ambientalistas e franjas da sociedade:
  • forçaram a entrada na consciência colectiva, e
  • saltaram para o cerne da discussão política.

A grande questão deixou de ser “Elas existem?”, e passou a ser “O que nos espera? O que podemos fazer?”.

Esta entrada de rompante desta questão cheia de medos e de incertezas, no palco da discussão social, está naturalmente a dar origem a debates muito acesos, a posições extremadas, a reações de desvalorização ou a concepções da nossa vida futura cheias de carga moral e de radicalismos. O futuro da humanidade está de facto em jogo, e a desagregação social é uma ameaça bem concreta.

Nesta apresentação, tento temperar exaltações, e mostrar como a ciência nos pode guiar, tanto na definição dos problemas como na procura de soluções. Como um exemplo concreto, foco a questão da energia, a questão central do nosso século, e concretizo discutindo os problemas e as soluções para a descarbonização simultânea do sistema eléctrico e da mobilidade, sectores responsáveis por mais de metade das emissões globais. Defino primeiro as questões actuais cruciais:

  • No sistema eléctrico futuro, a ciência já nos ofereceu a solução da geração renovável solar e eólica, sem as quais estaríamos aflitos, com falta de opções; o problema crucial deixou de ser o da geração limpa de energia a baixo custo, e passou a ser: como resolver o desequilíbrio entre oferta e procura?
  • Na mobilidade terrestre, já há consenso quanto à tracção eléctrica; a questão crucial é agora: como fazer chegar a energia eléctrica aos motores de tracção, ultrapassando os problemas da autonomia e da utilização dos veículos, a um custo aceitável?

Ouvimos insistentes propostas de soluções alternativas, que precisam de ser avaliadas à luz da ciência. Qual o papel da energia nuclear? E o do hidrogénio? E o lítio? Das novas barragens com bombagem?

Vivemos um momento extraordinariamente excitante, do ponto de vista da escolha dos caminhos alternativos que divergem à nossa frente. E precisamente apresento aqui um caminho, até agora ignorado, inexplorado, que na minha opinião é a melhor opção para muitos destes problemas. Gostaria de ter a vossa companhia nesta exploração.

                  Professor António Vallêra

Programa do Concerto:

Miguel Sobral Curado (n. 1994)

Postlude in A Minor (2020; estreia absoluta/encomenda da Metropolitana)

(duração aproximada: 30 min.)

I. Cadenza

II. Largo

III. Tempo giusto

IV. Adagio

V. Inquieto

 

Ficha técnica

Percussões da Metropolitana

Miguel Sobral Curado Postlude in A Minor

Marco Fernandes direção musical

Produção e Programação: Politécnico de Leiria e Metropolitana

Outras informações

Programa do Concerto e Folha de sala