30
set2021 quinta
21h30 Até 23h00

Era Uma Vez um Homem

Pombal
Teatro-Cine de Pombal
Teatro

Sinopse

 

Este é um futuro imaginado, onde imaginamos outros futuros. O futuro onde vivemos, o imaginado, nunca coincide com o futuro que imaginámos. Talvez porque, o imprevisto da tecnologia age como sujeito inconsciente da história dando forma ao mundo e ao humano, tornando-se no principal instrumento que desenha o futuro.

A desumanização é real, é o nosso homem contemporâneo, o efeito onde todos os traços humanos foram apagados do ser, da própria sensibilidade inerente ao humano.

Olhamos e vemos uma pessoa desocupada, um sinal do mundo que a rodeia.

Um homem que espera pelo seu mundo; Um mundo que espera pelo seu homem.

Este mundo arrumado é o palco para o espetáculo, onde a liberdade existe quando todos os nossos atos concordam com todos os nossos pensamentos.

Todas as dúvidas e incertezas, contra o mundo, contra eles, contra nós, contra ti, e contra mim.

É assim que tudo começa;    E é assim, que tudo acaba.

Ficha técnica

 

Ficha Artística e Técnica:

 

Criação a partir do texto – “Era uma Vez um Homem” de João Nuno Azambuja;
Encenação – Pedro da Silva;
Interpretação – José Pereira;
Produção – Ramon Freitas;
Interpretação Vídeo – Rita Camões;
Cenografia – Zetavares;
Vídeo – Ramon Freitas;
Cartaz e Fotografia – Luís Belo
Desenho de Luz – Pedro da Silva

Outras informações

 

Era Uma Vez Um Homem