11
fev2023
21h30 Até 22h30

Eva Giannakopoulou | ICHTHYOLATRY - A HYBRID PERFORMANCE BY WATER DEITIES

Torres Vedras
Teatro-Cine de Torres Vedras Teatro-Cine de Torres Vedras
Multidisciplinar

Sinopse

A teórica Astrida Neimanis no seu livro “Bodies of Water” (2017), inventa o conceito de Hidrofeminismo, propondo novas e inesperadas perspetivas feministas. De acordo com o termo, água, feminilidades, práticas corporificadas e ecologia estão interligados criando “novas” sinergias futuras. A fluidez e as águas, em constante fluxo, poderiam criar uma consciência ecológica, política e poética “diferente” através de uma lente feminista fluída? Se a água é o elemento do qual derivam todos os organismos, como poderíamos voltar a este estado remoto de existência, abolindo os limites entre evolução, genes, história, cultura e natureza?

A resposta a estas questões poderia, possivelmente, “preencher a lacuna” entre passado, presente e futuro, humanos e não humanos, medusas e cachorros. À medida que vivemos pandemias, guerras, catástrofes ecológicas e crises energéticas, pode ser interessante considerar o pós humanismo e a água como condições éticas que nos encorajam a pensar fora dos interesses da nossa própria espécie, ser menos narcisistas na nossa conceção do mundo e levar a sério os interesses e direitos das coisas que são diferentes de nós. Esta tentativa de ligar o Pireu (GR), Torres Vedras (PT) e Mondaino (IT) através dos “caminhos da água e da ética da água”, revelou-se uma tentativa útil de experimentação com as comunidades locais, a investigação e a água.

Ichthyolatry - o peixe bebé desta conexão - é uma performance confessional e híbrida sobre idosos, inundações, fluidos e menopausa. A partir de pesquisas comunitárias em rios, lagos, zonas freáticas e grupos femininos, a performance mergulha num universo imersivo de alianças afetivas subaquáticas. As excêntricas criaturas da Ichthyolatry - uma guerreira, uma criatura pós-humana, um fenómeno feminino e um peixe - vão habitar o palco do Teatro-Cine de Torres Vedras para um mergulho num oceano onírico de possibilidades fluidas. Está pronto para nadar?

Ficha técnica

Direção e conceito: Eva Giannakopoulou

Equipa artística / Comunidade artística: Marianita Karakosta, Eva Koliopantou, Maroula Papanastasi e Evgenia Vacalopoulou.

Textos: Eva Giannakopoulou, Marianita Karakosta, Eva Koliopantou, Maroula Papanastasi e Evgenia Vacalopoulou.

Desenho de luz: Nyssos Vasilopoulos

Desenho de som: Pedro Pascoal

Figurinos: Eva Giannakopoulou

Execução de figurinos: Eva Giannakopoulou, Marianita Karakosta, Eva Koliopantou, Maroula Papanastasi e Evgenia Vacalopoulou.

Maquilhagem: Eva Giannakopoulou, Marianita Karakosta, Eva Koliopantou, Maroula Papanastasi and Evgenia Vacalopoulou.

Intérpretes: Marianita Karakosta, Eva Koliopantou, Maroula Papanastasi e Evgenia Vacalopoulou.

Direção de Produção: Delta Pi

Coprodução: PCAI (GRC), Artemrede (PT) em colaboração com o Município de Torres Vedras e L’arboreto (IT)

 

Apoio: The Brotherhood of Cephalonians and Ithacians living in Piraeus

 

 

Ichthyolatry foi criado coletivamente num laboratório intensivo com a duração de dois meses. O Diretor artístico e a comunidade criativa desenvolveram conjuntamente a dramaturgia e os textos, sendo esta performance uma cocriação de todos os participantes.

 

Projeto realizado no âmbito do programa “Stronger Peripheries: A Southern Coalition” – cofinanciado pelo Programa Europa Criativa da União Europeia.

Outras informações

Crédito Imagem: Eva Giannakopoulou

 

Em processo de Classificação etária

Preço: 5,00 euros