03
jun2021 quinta
15h30
Até
30
jun2021 quarta
18h00

Exposição Colectiva "PAIDEIA PICTÓRICA"

Alcobaça
Galeria Galeria
Multidisciplinar Pensamento Artes Plásticas Fotografia

Sinopse

A exposição coletiva “PAIDEIA PICTÓRICA” irá decorrer entre os dias 3 e 30 de junho, no Atelier Galeria Cheila Peças, localizado na Rua Dr. Brilhante nº 1, em Alcobaça. Esta mostra reúne os artistas: Cheila Peças, Lúcia Carmo, Silvestre Quizembe e Vieira Pereira.

A Exposição apresenta quatro temas que refletem sobre a conceção pictórica: “A história de uma pintura” de Vieira Pereira, “Anunciação de um corpo” de Cheila Peças, “Link para o desconhecido” de Lúcia Carmo e “Kiambu o ritual da criatividade” de Silvestre Quizembe.

Esta revela a pintura como constituinte da formação do ser humano, pretendendo fazer chegar ao público novos olhares, demonstrando a importância da arte no desenvolvimento humano.

 

Programa Paralelo e Serviço Educativo

“PAIDEIA PICTÓRICA” conta com um programa paralelo marcado por performances dos Artistas Silvestre Quizembe e Vieira Pereira. Os eventos ocorrerão durante os fins de semana dias 5 e 6, 12 e 13 de junho.

O serviço educativo da exposição contatará com visitas guiadas e atividades artísticas para crianças e jovens, promovendo momentos de reflexão sobre a importância da arte na educação e formação através de diálogos e experiências pictóricas coletivas; permitindo assim o desenvolvimento da criatividade por parte do público. As visitas deverão ser agendadas previamente.

Ficha técnica

 “A história de uma pintura”, de Vieira Pereira, conta-nos o processo de criação das suas pinturas fotográficas e pinturas. Toda a sua obra foca-se à volta de um tanque a que a artista atribui o nome de “Dispositivo de pintura”, criado para criar pinturas. Além de objeto utilitário e funcional é também um objeto artístico, uma escultura que “fala” de pintura.

 

“Anunciação de um corpo”, de Cheila Peças, revela um autorretrato do eu e do outro. A artista que se forma a partir de alter-egos do seu interior e identidades de outros que não lhe pertencem, procura através da palavra anunciação notificar sobre a presença de um ser único, que é e não é, um híbrido que pode ser qualquer coisa, um corpo sem género, em busca da sua identidade e compreensão. É uma obra sobre a aprendizagem do ser no mundo, construindo-se através da pintura.

 

“Link para o desconhecido”, de Lúcia Carmo”,  desenvolve-se na desmaterialização do real, foca-se no médium, no processo do inacabado. No ponto entre o real e o imaginário. O ponto é a negação de um discurso não coerente que dá origem à origem, uma viagem que nos leva ao início, onde tudo nasce do ponto, por onde surge a luz, e a matéria é revelada na sua crueza. O ar atmosférico da sua pintura permite-nos desligar da vida real, para viver outra, a sonhada.

 

“Kiambu o Ritual da criatividade”, de Silvestre Quizembe” reflete as inquietações e chama o observador à razão através de uma pintura colorida que reflete sobre valores éticos e sociais despertando para o sentimento de união e irmandade. Uma obra que revela um percurso de vida como tantas outras, que expressa uma narrativa, um desejo, uma pintura que acompanha a história de vida do artista.

Outras informações

Parcerias

Lúcia Carmo, Silvestre Quizembe e Vieira Pereira 

Para qualquer esclarecimento adicional

Atelier Galeria Cheila Peças _ + 351 912196056

[email protected]

+ informação sobre a exposição

Facebook: https://www.facebook.com/Atelier-Galeria-Cheila-Peças-111370813762549

Instagram: https://www.instagram.com/atelier.galeriacheilapecas/