04
set2021
10h30
Até
02
out2021
16h30

Exposição de Fotografia e Poesia “A Alma desta Rua” de Rafael Malvar e Tiago Quintans

Lourinhã
Galeria Municipal da Lourinhã
Outro Fotografia

Sinopse

“A Alma desta Rua” é uma exposição fotográfica sobre o comércio tradicional da “Rua

Grande” e dos rostos que fazem parte do quotidiano desses estabelecimentos.

 

Esta exposição tem como objetivo mostrar algumas das fotografias que integram “O C.A.S.A.L - Compêndio Artístico Sobre a Lourinhã (Nº1)”, e valorizar as pessoas que fazem parte do passado e do presente desta rua.

 

Cada loja tem um rosto, e cada rosto tem uma história.

 

Como Compêndio que é, pretende ser um epítome ou compilação de histórias poético visuais que permitem enaltecer o passado, o presente e o futuro da Lourinhã através da Arte. Como qualquer C.A.S.A.L, requer uma relação saudável e de dedicação. O C.A.S.A.L é uma dedicatória, nesta sua primeira edição, ao comércio tradicional da “Rua Grande”.

 

Fotografia de Rafael Malvar, Poesia de Tiago Quintans.

C.A.S.A.L - Compêndio Artístico Sobre a Lourinhã de Tiago Quintans e Rafael

Malvar.

Ficha técnica

BIOGRAFIAS

RAFAEL MALVAR

Rafael Malvar, nascido no final da década de 70, natural e residente na Lourinhã. 

Observador atento do quotidiano desde criança e apaixonado por fotografia.
Fotógrafo amador e estudante do curso profissional de fotografia no Instituto de Fotografia.
Contou com a sua primeira exposição fotográfica no ano de 2019 em Torres Vedras no Teatro-Cine durante o Ciclo Ciclone e em 2020 participou no “C.A.S.A.L - Compêndio Artístico Sobre a Lourinhã”.
Inspira-se em muitos géneros fotográficos, sendo a fotografia de Paisagem, Retrato e Documental a mais apaixonante para si.
Com a fotografia está a aprender a conhecer-se melhor e a estar mais presente no mundo.

Podem conhecer mais do seu trabalho em: instagram.com/hyggedoeste

 

TIAGO QUINTANS

Desde pelo menos o ano de 1999 existem registos do inicio da sua atividade poética.
Em fins de 1999 aos fins de 2003 desenvolveu a relação com o improviso, surgindo a necessidade de uma evolução de maior compromisso com a Arte.
Poeta de condição, está agora a tratar da edição do seu 2º livro de poesia. Já participou em diversas sessões de poesia com música e sem ela em diferentes locais, como a Livraria Sá da Costa em Lisboa, no Folio nas Caldas da Rainha ou no Poetry Slam de Almada. Representou a Lourinhã no Guia Poético do Oeste, um trabalho com documentários de Olga Ramos para a Câmara Municipal de Torres Vedras, lançou o seu livro Do Fundo do Baú no Festival Livros a Oeste com o apoio da Câmara Municipal da Lourinhã, cria as suas próprias palavras cruzadas e criou um Clube para se fazer Poesia aberto a quem quisesse participar.
Sedento de criar e face à dificuldade de introduzir a sua arte em projetos já existentes começou a desenvolver várias iniciativas que deram origem mais recentemente a projetos como o Hip Hop day, a Poesia Porta a Porta, a criação de um compêndio artístico sobre a Lourinhã (C.A.S.A.L) entre outros projetos que virão como... Uma boa questão!!