24
abr2021
00h00
Até
23
mai2021 domingo
00h00

Exposição fotográfica e documental "Quotidianos da Revolução: o 25 de abril no concelho de Porto de Mós"

Porto de Mós
Praça Arménio Marques, Porto de Mós
Livro

Sinopse

Na noite do dia 25 de abril de 1974, Portugal pôs fim ao regime ditatorial que vigorou no país, de forma oficial, desde a aprovação da Constituição de 1933. Sob o governo de António de Oliveira Salazar, até 1968, substituído então por Marcello Caetano, o país viveu sob o olhar atento de um regime repressor e conservador, que se impunha com recurso a diversos mecanismos, entre os quais, a censura e as ações levadas a cabo pela PIDE, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado, e pela sua rede de informadores.

Recorrendo a materiais e fontes diversas, nas quais se incluem 22 testemunhos de Portomosenses que, de formas distintas, viveram a Revolução, esta obra pretende contar o 25 de Abril em Porto de Mós e o processo de transição para a democracia, privilegiando o período entre a Revolução e a realização das eleições autárquicas, em dezembro de 1976. Narram-se histórias sobre as condições de vida da população ao tempo, episódios de resistência e conflito no período anterior e posterior à Revolução, bem como momentos de particular significado, como a destruição da Associação 1º de Maio, em Porto de Mós, ou a forma como decorreram as primeiras eleições livres e universais em Portugal.