19
jun2021
21h30 Até 22h45

Mário Franco Trio

Torres Vedras
Teatro-Cine de Torres Vedras Teatro-Cine de Torres Vedras
Música

Sinopse

Acredito que em virtude do momento que todos nós vivenciamos existe uma procura global e urgente não só de respostas e soluções como também de caminhos diferentes para o futuro. Acredito que a humanidade terá de encontrar esse  caminho que será forçosamente diferente e sobretudo mais solidário. Existe uma resistência coletiva, uma resiliência e um feroz instinto de sobrevivência que felizmente temos dentro de nós…

Um mundo sem Arte é um mundo doente e moribundo. O que seria passar, por exemplo, uma semana sem Arte?  De repente ninguém ouvia música nos smartphones nem na rádio, ninguém lia nem via fotos. Não havia televisão nem cinemas, filmes nem séries, não havia nem dança, teatro, ópera nem circo nem pintura, nem museus…

Acredito que em virtude deste momento difícil que todos nós vivemos, a Arte nos tem ajudado a encontrar forças e a fazer algum sentido de um mundo que nos parece cada vez mais caótico. Mas muitos projetos artísticos estão a ter o seu tempo de reação apesar da urgência que aumenta de dia para dia em encontrar novas maneiras de viver e de comunicar. Nesta situação, com tantos artistas a passar tempos tão difíceis, com a sua própria sobrevivência em causa, poder continuar a tocar ou a dançar e estar em contacto com o público, toma agora um outro significado, um outro valor; um momento precioso nos tempo que correm.

O Trio é, para mim, a formação ideal onde a procura é constante e o som vai tomando diferentes formas… vai sendo moldado, fruto também de um trabalho conjunto. O objetivo é inundar o palco de uma energia renovadora que dança entre a estrutura do jazz, cruzando-a com outras forças musicais. São múltiplas as influências desde a música clássica  até ao rock numa viagem comum, funcionando o jazz como elemento agregador e, ao mesmo tempo, imprevisível, como é a Vida.

 

                                                               Mário Franco, Dezembro de 2020

 

 

Ficha técnica

Mário Franco - baixo

Sérgio Pelágio - guitarra

Alexandre Frazão - bateria

Outras informações

Crédito Fotográfico: Tiago Fezas Vital.