05
fev2022
15h00
Até
09
abr2022
18h00

MESTRE NA LENTE: JOAQUIM CORREIA REVISITADO

Marinha Grande
Museu Joaquim Correia
Fotografia

Sinopse

Para celebrar os 25 anos do Museu Joaquim Correia, o museu abriu-se à comunidade e convidou simples interessados em fotografia, sem obra exposta ou trabalho artístico reconhecido publicamente na área a aprenderem mais com os artistas Rute Violante e Cristiano Justino sobre fotografia. Em resultado do workshop, os dez formandos elegeram as suas seis melhores fotos captadas durante os dois dias de formação.

 

O museu e a obra de Joaquim Correia revelou-se pela primeira vez para alguns dos formandos. Através de uma câmara fotográfica, os pormenores artísticos das esculturas foram observados pelos formandos e as obras de Joaquim Correia reinterpretadas em novas significações. Houve olhares de espanto, de encantamento, de alegria e de muita curiosidade. Mas sobretudo houve a (re)descoberta de que Joaquim Correia se cruzava com eles nas ruas da cidade há muito.

 

Mestre reconhecido entre os seus pares e mestre aclamado pelos seus discípulos, também Joaquim Correia foi lente no seu tempo: a lente de perspetiva própria que quis reivindicar para o seu trabalho; e o lente na educação académica de muitos artistas, que ajudou a formar.

 

As fotografias artísticas que compõem esta exposição destacam obras que fazem parte do percurso expositivo do museu e outras que fazem parte da coleção de arte pública da região. Detalhes atentos, jogos de luzes e sombras, exploração de contrastes e dinâmicas, brincadeiras imagéticas e muitos outros recursos que os formandos usaram para recontarem histórias reais ou mitológicas que antes a escultura contou.

 

lente usada pelos formandos oferece-nos um olhar novo sobre a obra de Joaquim Correia, que o Museu deseja que seja revisitada, reconhecida e reinterpretada tantas as vezes quantas se desejarem, seja por especialistas em artes visuais ou académicos seja por anónimos curiosos letrados ou mesmo analfabetos, com diferentes condições físicas e mentais.

 

O Museu Joaquim Correia acolheu a comunidade com esta experiência pedagógica dos formandos e devolve-a agora à comunidade transformada em experiência artística, depois que a Fotografia captou a sua luz.

 

Cátia Cavaco, Museu Joaquim Correia

Ficha técnica

Formação e curadoria: Cristiano Justino e Rute Violante.

 

Formandos: Catarina Godinho; Elisabete Sousa; Guida Lourenço; Joana Bernardes; José Polido; Leonel Passagem; Licínia Batista; Luís Gaudêncio; Sónia Felício; Telmo Felício.

 

Outras informações

De quarta-feira a sábado, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 (últimas entradas 12h30 e 17h30).