13
out2022 quinta
21h30 Até 22h30

Pensar por toques – tocar de improviso

Leiria
Teatro José Lúcio Da Silva“Pensar Por Toques – Tocar de Improviso” é um concerto conferência concebido por Samuel Rama do Politécnico de Leiria e que visa criar no público ferramentas de literacia e mediação para a criação em geral e para a música e a lit Teatro José Lúcio Da Silva“Pensar Por Toques – Tocar de Improviso” é um concerto conferência concebido por Samuel Rama do Politécnico de Leiria e que visa criar no público ferramentas de literacia e mediação para a criação em geral e para a música e a lit
Música

Sinopse

“Pensar Por Toques – Tocar de Improviso” é um concerto conferência concebido por Samuel Rama do Politécnico de Leiria e que visa criar no público ferramentas de literacia e mediação para a criação em geral e para a música e a literatura em particular.

Mário Laginha ensaia experiências de improvisação Jazzística em palco. Valorizando o acaso Gonçalo M. Tavares relaciona de forma ensaística o pensamento da escrita com a ideia de improviso. Os dois entrarão num diálogo criativo em que as palavras nascem da música e a música gera ideias que se podem articular em palavras.

Este concerto conferência envolve dois criadores de áreas diferentes, um compositor e pianista e um escritor que irão indagar, como pensar e tocar pode engendrar uma escrita que prescruta o por vir. Os espectadores terão acesso a um concerto conferencia baseado na ação criadora das descontinuidades, do episódico e do rizomático. O improviso não é uma resposta simples a um estímulo, deriva antes do somatório de conquistas e decisões já tomadas no trabalho de composição e de escrita, e é um acontecimento que soma sentido a essas conquistas feitas.

O concerto tem como alvo o público em geral e o do ensino superior em particular, numa estratégia promotora de centralidade cultural, iniciada em 2018, no Politécnico de Leiria.

Incluído no concerto conferência e no final deste, os leitores de Gonçalo M. Tavares encontraram preciosas referências e contacto com o seu mais recente livro, “O Diabo” editado pela Bertrand.

ESPETÁCULO APOIADO PELA DGARTES/ RTCP

 

Ficha técnica

Com Mário Laginha e Gonçalo M. Tavares

Outras informações

Entrada livre (Limitada à lotação da sala)