Associação Sociedade Filarmónica 1º Dezembro de 1882 de Pragança

Cadaval
Música

A Sociedade Filarmónica 1° de Dezembro de Pragança, foi fundada no ano de 1882, por um grupo de pessoas que, segundo se julga, procuravam um meio de instrução ao mesmo tempo que ocupavam os seus tempos livres. Ao longo dos anos, pelo que conhecemos através da tradição oral, esta Associação sofreu várias convulsões tendo estado inativa durante determinados períodos mais ou menos longos. Assim sabe-se que, após alguns curtos tempos de inatividade, entrou de novo em pleno funcionamento nos anos de 1919 (1ª. reorganização), 1925, 1946 e 1971. A partir desta última data, e até hoje, tem-se mantido em pleno funcionamento. Esta Associação aumentou e diversificou as suas atividades criando Ranchos Folclóricos Infantil e juvenil, uma secção de Teatro e Escola de Música.

Em 2008 a Associação participa no Concurso do Ateneu onde a sua participação na 3ª categoria resultou num honroso 3º lugar na classificação final. Ainda em 2008 esta Banda promove o I estágio inter-bandas com a participação de vários músicos da zona Oeste, com principal participação das bandas do Circulo de Cultura Musical Bombarralense e Sociedade Filarmónica Carvalhense. Em 2009 a Banda acolhe um curso de regência com a participação do Maestro Carlos Babo. Foi maestro da banda até esta data Samuel Pascoal.

No decorrer do ano 2010 a banda volta a participar no concurso de bandas do Ateneu em Vila Franca de Xira, conquistando de novo uma honrosa pontuação nas bandas de 3ª categoria. No decorrer do ano de 2011 a Associação Filarmónica 1º Dezembro 1882 de Pragança com a colaboração da Sociedade Filarmónica União e Progresso de Abrigada Funda a Orquestra de Sopros de Montejunto com a sua estreia em Maio de 2011. Ainda em setembro do ano de 2011 a Banda Filarmónica 1º Dezembro de Pragança faz uma digressão á ao Concelho de Ponta do Sol na Ilha da Madeira, recebendo a banda de Ponta do Sol em agosto de 2012 em Pragança. Foi maestro da banda até esta data Vitor Feitor.

Em abril de 2014 a banda volta a participar no concurso de bandas do Ateneu, sendo que agosto desse ano a associação recebe uma comissão de 96 elementos da Filarmónica Recreio de Santa Bárbara, IIha Terceira, Açores durante os festejos anuais de Pragança. A banda de Pragança viaja à ilha Terceira em agosto de 2016 fazendo-se acompanhar pela população da aldeia e seus amigos, tendo feito uma digressão histórica de 11 dias pela ilha. Foi maestro da banda Pedro Rego até ao final do ano de 2016.

Entre 2017 e 2018, com Maestro Adelino Mota à frente dos destinos da banda, iniciam-se novos desafios e fazem-se cumprir as habituais festas e romarias locais.
No início do ano de 2019, o Maestro Rolando Ferreira assume a direção artística da banda e a coordenação da nossa escola de música.

Neste momento, a banda da Associação Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro 1882 de Pragança, continua a desempenhar o seu papel cívico, cultural e lúdico em estreita relação com outras coletividades, nunca esquecendo naturalmente as suas raízes, a sua terra, Pragança, União de freguesias de Lamas e Cercal e concelho de Cadaval.

Morada

Rua 1º de Dezembro, Pragança

2550-371 Lamas, Cadaval